Vôlei

O esporte influencia no desenvolvimento saudável dos alunos e os distanciam da mentalidade distorcida, aqueles que os pratica tem uma vida mais ativa e com menos riscos de adquirir alguma doença e é isso que os alunos devem ter em mente sobra à importância e os benefícios da atividade física para a saúde.

No cotidiano, geralmente não podemos evitar a competição, mas no ambiente escolar, é possível trabalhar de maneira conjunta através do voleibol, para se trabalhar a cooperação e a contribuição na formação do ser crítico.

O objetivo do voleibol escolar não é formar atletas de alto rendimento, mas pode sim ser um grande incentivo para que esses alunos futuramente sejam jogadores de voleibol profissional.

De acordo com Bojikian (2003) a educação física tem um vasto campo de desenvolvimento pela frente. Não nos ensinaram na escola a sermos sensíveis, nem a lidar com emoções. Não nos ensinaram a viver em sociedade, nem ater uma moral autônoma, muito menos nos ajudaram a desenvolver sentido estético. A única coisa que, de modo geral, interessa ao sistema escolar é o desenvolvimento das funções intelectuais, o que é muito pouco para uma sociedade que, além de raciocínios lógicos, deveria se alimentar de solidariedade, de cooperação e de amor. Se souber suas possibilidades educacionais, a educação física, recorrendo ao exercício e ao jogo, certamente poderá realizar uma pedagogia integrada, que encerre em cada ato e em cada atitude a mobilização de recursos motores e intelectuais.